Clique para ouvir a rádio

Agenda

MACUNAÍMA - UMA RAPSÓDIA MUSICAL’

MACUNAÍMA - UMA RAPSÓDIA MUSICAL’

Macunaíma, de Mário de Andrade, ganha nova montagem da companhia Barca dos Corações Partidos. A encenação de Bia Lessa propõe uma reflexão sobre a vida contemporânea, transformando o texto em uma rapsódia musical. O espetáculo parte da permanente atualidade da obra mais característica do Modernismo brasileiro: da sua capacidade de ainda provocar espectadores, mais de noventa anos depois de sua criação. Por trás da comédia aparente, estamos diante de uma personagem trágica que resume muitos dos impasses do Brasil contemporâneo. Afinal, Macunaíma é, ao mesmo tempo, um índio e um quilombola que se vê, por força das circunstâncias, deslocado para a cidade grande, onde tudo é diferente e assustador. É também um sobrevivente: ao voltar para sua querência, descobre que essa foi dizimada. Não há mais lugar para ele no mundo. Talvez não haja mais mundo.

DATA: Toda semana de quarta à domingo até novembro.

Horário: Quarta, Quinta e Sexta às 19H / Sábado e Domingo às 18H.

Local: Teatro Municipal Carlos Gomes - Praça Tiradentes - Centro


ESTAÇÃO DO SAMBA APRESENTA DIOGO NOGUEIRA E ALCIONE - 107 ANOS BONDINHO PÃO DE AÇÚCAR

A vista da Baía da Guanabara, considerada uma das paisagens mais belas do mundo, unida a uma incrível engenharia para apresentar as belezas naturais de nossa cidade maravilhosa. Palco de eventos inesquecíveis, cenário do filme 007 Contra o Foguete da Morte, o teleférico carinhosamente batizado de "Bondinho" vem da semelhança dos bondes que circulavam no Rio de Janeiro à época de sua inauguração completa 107 anos.
Para alcançarmos a perfeição unimos a rádio SulAmérica Paradiso FM (95,7) que também comemora neste mesmo dia o aniversário do programa Estação do Samba! Nada mais sugestivos e inesquecível em unir dois dos maiores artistas que simbolizam o Samba carioca em sua maior essência para um show antológico, Diogo Nogueira e Alcione!!!

DATA: 14 de novembro

Horário: 22H

Local: Morro da Urca

Para mais informações, clique AQUI.


CORRA QUE A MINHA EX MULHER VEM AÍ

A comédia “Corra Que a Minha Ex Mulher Vem Aí”, finaliza a quadrilogia de “Os Homens Querem Casar e as Mulheres Querem Sexo”. Conta a história de Jonas (Luiz Carlos Gomes) e seu sonho de família perfeita ir por água abaixo e Juvêncio (Cláudio Andrade) um empresário milionário e excêntrico. Presos numa lei seca junto com a plateia, a história trata do relacionamento de dois homens diferentes com a mesma mulher, a do início da relação até o divórcio. E a importância da preservação dos filhos na relação. Mas vale um mau acordo do que uma boa briga. Venha descobrir o que sua ex mulher é capaz de fazer pra tirar tudo de você.

DATA: 25 de outubro à 03 de novembro

Horário: Sextas e Sábados às 21h / Domingos às 20h

Local: Teatro Miguel Falabella - Norte Shopping - Av. Dom Hélder Câmara, 5332 – Cachambi


UM CASAMENTO FELIZ

A comédia “Um casamento feliz”, um vaudeville de autoria dos franceses Gerald Bitton e Michel Munz e adaptação brasileira de Flávio Marinho , conta a história de Henrique (Fábio Villa Verde) um solteirão convicto que, para ter direito à herança milionária de uma tia, vive um casamento de mentira (a condição para ele receber o dinheiro é que se case por, no mínimo, um ano). A confusão começa quando o protagonista aceita a proposta de um amigo advogado Roberto (Junno Andrade), para forjar um casamento fake com seu melhor amigo hétero Dodô (Renato Rabelo). Porém essa estória não agrada em nada a sua namorada Elsa (Regiane Cesnique) nem ao seu pai, o religioso Edmundo (Marcos Weinberg).

O espetáculo conta com uma equipe técnica competente e renomada, e no elenco grandes nomes: RENATO RABELO, FÁBIO VILLA VERDE, JUNO ANDRADE E REGIANE CESNIQUE e MARCOS WEINBERG.

DATA: De 10 de Outubro à 15 de Dezembro 

Horário: Quinta às 18h / Sexta às 19:30h / Sábado às 20h / Domingo às 18h

Local: Avenida Presidente Antônio Carlos, 58.


Estranho

A peça é um espelho dos conflitos internos de todos nós, uma reflexão sobre o conceito do que é “estranho” e sobre o estigma da loucura.

Uma montagem que carrega afeto e encantamento revelando o delicado, poético e intenso mundo de Gan. O personagem em seu sofrimento psíquico tangencia o amor, seus sonhos, as partidas, o isolamento e a dor do vazio. Em busca de superação e em autoexílio Gan segue visitando lugares. Em sua memória alterna entre horror e alegria, entre o canto dos frutos e um fruto estranho. 

E S T R A N H O é um espelho dos conflitos internos de todos nós - nossas ilhas, nossos desertos...Uma reflexão sobre o conceito de “estranho” e a reverberação da exclusão do outro sob o estigma da loucura. Como seria ocupar o lugar deste outro? Vestir a pele deste outro?

 

DATA: 5, 12, 19 e 26 de Novembro

Horário: Terças às 20h

Local: Teatro Laura Alvim | Avenida Vieira Souto, 176 Ipanema 

 


O Amor em tempos de Bossa Nova

O amor em tempos de bossa nova’ é uma comedia musical que mistura romance e irreverência, com alguma dose de fantasia. Um casal - Ele e Ela, travam um doce embate revelando várias faces desse sentimento que, quem não tem, quer; quem já tem, não quer perder; e quem perde, chora: o amor. 18 canções especialmente selecionadas entre os clássicos da bossa nova se misturam com cenas que retratam o universo temático-poético desse movimento musical que transbordou as fronteiras brasileiras se espalhando pelos quatro cantos do mundo. Em ritmo cadenciado as histórias vão sendo contadas através de quadros: o encontro e a paixão, o desencontro e a desilusão, o versejar de uma garrafa de uísque.

Em ‘O amor em tempos de bossa nova’ a época e o local onde os personagens se encontram não são definidos. Os “tempos de bossa nova” a que se refere o título trazem, em si, um jogo semântico. Pode ser o tempo cronológico: uma época, as primaveras e outras estações. Pode ser o tempo interno de cada personagem: ora ilustrando, ora preparando o terreno para a cena que vem a seguir. As músicas tomam a forma de duetos, solos, entremeados por conversas, confissões, humor, leveza e muito romance. O musical, com 60 minutos de duração, apresenta canções emblemáticas
como: “Minha Namorada” ǀ “Este seu olhar” ǀ “Promessas Fiz” ǀ “Tintim por Tintim” ǀ “Discussão” ǀ “Por causa de você” ǀ “Canto de Ossanha” ǀ “Chove lá fora” ǀ “Você vai ver” ǀ “Fotografia” ǀ “Saudosismo” ǀ “Você” ǀ “Eu sei que vou te amar” ǀ “Brigas nunca mais” ǀ “Chega de Saudade” ǀ “Disse alguém” ǀ “Só tinha que ser por você” ǀ “Wonderful”.

DATA: A partir de 12 de outubro até 17 de novembro

Horário: Quarta, Quinta, Sexta, Sábado e Domingo às 19h

Local: Teatro I – Centro Cultural Banco do Brasil - Rua Primeiro de Março, 66 – Centro


Carolina Maria de Jesus, Diário de Bitita

A peça é uma adaptação das obras “Quarto de Despejo” e “Diário de Bitita” da escritora mineira Carolina Maria de Jesus. Uma história surpreendente e inspiradora: A menina que estudou apenas dois anos do primário virou uma grande escritora publicada em todo mundo. Carolina foi catadora de papel e escreveu toda sua obra em papéis que encontrava no lixo. Reciclando materiais reciclou a sua própria trajetória e a si mesma.
A encenação segue o fluxo de memória de Carolina, refazendo sua trajetória da infância miserável em Sacramento no interior de Minas, quando a chamavam de Bitita, até o lançamento do seu primeiro livro - com enorme sucesso..

Em cena, Carolina cata papel nas ruas de São Paulo para sustentar a família. As coisas encontradas lembram os acontecimentos marcantes de sua vida. Ela vai “bititando”, desenhando o espaço, dando alma. Tudo ganha corpo, presença: a alfabetização, o primeiro contato com os livros, os sonhos da meninice, as festas populares, a enfermidade que a obrigou a mendigar, a prisão injusta, a religiosidade, o trabalho na roça, os laços afetivos, a mãe lavadeira, o pai ausente, o avô descendente de escravos, as madrinhas, os meninos que zombavam dela... Personagens de uma história fantástica de superação, inesperada e comovente.

DATA: A partir de 1 até 25 de novembro

Horário: Sexta e Sábado às 21h / Domingo e Segunda às 20h

Local: Teatro Glaucio Gill - Praça Cardeal Arcoverde s/n, Copacabana


Os Impostores

Uma nova pangeia provocada por contínuos acidentes ecológicos estabelece o caos na superfície da terra. Uma família milionária e decadente está abrigada ha anos em um luxuoso bunker construído em baixo do pão de açúcar. A chegada inesperada de um missionário promete dar novo sentido às suas vidas. O bunker é um verdadeiro palácio subterrâneo cheio de quartos, corredores, labirintos, jardins artificiais, academia de ginástica, boate e até capela. Eles não sabem a quanto tempo estão ali. Eles não possuem equipamentos eletrônicos, nem relógios. E não há comunicação com o meio externo. Eles possuem gigantescas reservas de combustível, água, oxigênio e mantimentos. Para não enlouquecer, eles fazem uso diário de vitaminas e antidepressivos. Praticam exercícios físicos e ouvem trilhas sonoras com sons de praia, floresta, multidões, metrô e até engarrafamento. E cantam! Cantam muito. Mesmo assim era tediosa e vazia a vida
que levavam até a chegada do missionário. A peça começa com a festa de noivado dos primos Camille e Amado. Todos estão sinteticamente felizes!

DATA: A partir de 31 de outubro à 01 de dezembro

Horário: Quinta à Sabado às 19h / Domingo às 18h

Local: Teatro SESC Ginástico - Centro do Rio de Janeiro


TOP10 + Pedidas
Melim  | Gelo

1 º Lugar

Melim | Gelo

Jorge Vercillo & Gabriel Burlamaqui |  Linda Flor

2 º Lugar

Jorge Vercillo & Gabriel Burlamaqui | Linda Flor

OutroEu | Não olha assim pra mim

3 º Lugar

OutroEu | Não olha assim pra mim

Roberta Campos | Todo dia

4 º Lugar

Roberta Campos | Todo dia

Melim | Gelo

Veja quais são as músicas mais pedidas da semana.

Leia Mais